Vai fazer uma entrevista de emprego?

Dicas para sua carreira

Verifique aqui se você se preparou bem. Abaixo, enumeramos algumas dicas importantes para você seguir: 

1)      Tenha sempre um currículo atualizado, sem contar a história da humanidade nele. Deixe-o conciso, com informações relevantes. Se não tiver uma assessoria que prepare uma peça apresentável, tome muito cuidado com o Português e use tipos de letras mais convencionais, como Arial (corpo 10) ou Times Roman (corpo 12). O Microsoft Word atual utiliza a fonte Calibri como padrão (o corpo 11 já é automático). Essa também é uma boa pedida. Delete o “pretensão salarial: a combinar”.

2)      Se souber o nome da empresa contratante, dê uma pesquisada na internet e saiba o que ela faz e como é sua atuação no mercado. Quando somos chamados por head hunters, isso já não é possível nas primeiras entrevistas, pois a contratante não é revelada.

3)      Não se atrase em hipótese alguma. Tente chegar uns dez ou quinze minutos antes do horário marcado. Jogar a culpa no trânsito não funciona mais.

4)      Dependendo do cargo ou posição, vista-se de acordo – pessoa malvestida em uma entrevista já começa com muitos pontos negativos.

- Homens: cabelos cortados e penteados, barba feita, unhas cortadas. Procure usar um terno e gravata de cores tradicionais (preto, azul marinho ou alternativamente de risca de giz, cinza claro ou bege).

- Mulheres: cuidado com o cumprimento do vestido/saia, tamanho do decote, nada de roupas espalhafatosas nem muito coloridas, joias (não exagere), esmalte de unha de cores discretas, jamais use adornos infantis, como presilha de cabelo da linha Hello Kitty  etc., maquiagem e penteado sóbrios.

- Para os dois: não abuse do perfume, piercings jamais, quanto às tatuagens, se possível, não as deixe à mostra.

5)      Não tente impressionar demais, falando sobre uma experiência que você na realidade não tem. Os head hunters percebem quando você está “enfeitando o pavão”. Não fale mais do que o entrevistador, nem tampouco o interrompa. Quando for o momento de falar, não fique em silêncio, buscando em seu arquivo mental alguma coisa que valha a pena.

6)      Tente acalmar-se ao máximo antes da entrevista. Lembre-se: o pior que pode acontecer é você não conseguir o emprego; por mais que você precise dele, vá por nós, o mercado de trabalho não está tão ruim quanto pintam. Nós mesmos já tivemos muitas dificuldades para conseguir contratar pessoas que estivessem dispostas a trabalhar. Acima de tudo, seja natural na conversa.

7)      Quando falar de sua experiência, cuidado para não enfatizar demais o “eu” do discurso. Use o equilíbrio: “na empresa em que trabalhei, eu era responsável pelo departamento x e n funcionários se reportavam a mim; tínhamos uma política bem transparente e nossos clientes sempre elogiaram o relacionamento que cultivávamos com eles...” Utilizar o “nós” em pontos estratégicos reforça a ideia de sua integração e comprometimento com a empresa, mesmo que você não trabalhe mais nela.

8)      Por fim, tente não gesticular muito e use um tom de voz médio, nem grite nem sussurre. Fique longe das gírias!

9)      Boa sorte!

Conheça o ProGuidance(R), nosso Programa de Apoio Profissional, e aprimore suas habilidades.